endocrinologia

Doença de Graves

Doença de Graves

Hipertireoidismo significa funcionamento aumentado da glândula tireóide, responsável pelo metabolismo. A Doença de Graves é uma causa comum de Hipertireoidismo e acomete ~ 1% das mulheres e se manifesta por sintomas inespecíficos. O tratamento é simples, realizado com medicamentos que controlam a função da tireóide. O repouso durante a fase inicial da doença é parte essencial ao tratamento, até que os exames da função tireoidiana normalizem ao menos parcialmente.

Nódulos tireoidianos

Nódulo tireoideano

Os nódulos tireoidianos podem ser observados pelo paciente ou durante um procedimento radiológico, como ultrassonografia de tireóide, de carótidas, tomografia computadorizada do pescoço e etc. Vários problemas diferentes podem causar nódulos tireoidianos. O mais importante após descobrir um nódulo tireoidiano é excluir que trata-se de um câncer, que correspondem a aproximadamente de 4 a 6% de todos os nódulos tireoidianos.
 
Nesses casos, a prevalência de câncer é mais elevada em certos grupos como:

Quando procurar o endocrinologista?

Hipotireoidismo, hipertireoidismo

O Endocrinologista é o médico que cuida dos transtornos das glândulas endócrinas. As glândulas endócrinas são órgãos que secretam substâncias no sangue,  conhecidas como hormônios.

Hipoglicemia

A hipoglicemia é uma situação frequente em quem usa insulina para o tratamento do diabetes. É caracterizada por um nível anormalmente baixo de glicose no sangue, geralmente abaixo de 70 mg/dL. Várias situações podem levar à hipoglicemia nos diabéticos: aumentar a quantidade de exercícios sem orientação correta; pular refeições; exagerar na medicação e ingestão de álcool.
A hipoglicemia em situações extremas pode levar à perda de consciência, ou a crises convulsivas.

Páginas

Subscrever RSS - endocrinologia