nervo

Neuralgia do Trigêmeo e o Tratamento Cirúrgico

O Dr. Marcelo Amato (CRM 116579) explica a neuralgia do trigêmeo. Ela é descrita como umas das piores dores e as pacientes se queixam de dor em um dos lados das faces. É uma dor bastante forte e normalmente é descrita como choques. O paciente não consegue falar e possui dificuldades para escovar o dente. A causa que leva a dor típica da neuralgia do trigêmeo é uma artéria que pulsa grudada no nervo trigêmeo e essa pulsação da artéria causa os sintomas do paciente.
 

Biópsia de Nervo

  Como as biópsias de nervo periférico sempre irão causar algum grau de déficit neurológico, elas devem ser realizadas após cuidadosa avaliação da sua contribuição para o tratamento da doença. As biópsias de nervo são úteis em lesões inflamatórias ou infecciosas (vasculites, hanseníase) e em algumas formas de neuropatias desmielinizantes, em geral adquiridas, mas também hereditárias. A amiloidose é também uma doença a ser pesquisada na avaliação do nervo periférico.

Neuralgia do trigêmeo

     A neuralgia do trigêmeo é uma dor lancinante, em metade da face, que dura alguns segundos e pode ser desencadeada por estímulos sensitivos como o vento, escovar os dentes, alimentar-se ou mesmo tocar a face. A dor pode ser referida como choque, pontada ou agulhada e é de tal intensidade que freqüentemente leva o paciente a procurar auxílio médico hospitalar com urgência.

Subscrever RSS - nervo