Como funciona a equipe na sala de cirurgia

cirurgia-day-hospital
Do posicionamento da equipe à localização dos equipamentos, tudo é planejado minuciosamente para que os cirurgiões façam o trabalho com a maior agilidade e segurança possível. Ainda assim, cirurgiões, enfermeiros e paciente chegam a ficar até 12 horas lá dentro no caso das operações mais complicadas. Em ambientes de day hospital, a complexidade é minimizada, sem diminuir a segurança.
 
Cirurgião principal 
 
  • É o capitão do barco, o maestro da orquestra. Comanda a operação e fica ao lado da mesa, próximo ao órgão operado. Pode realizar os procedimentos ou só definir como a equipe deve fazê-los. 
 
 
Cirurgião assistente 
 
  • Tem o melhor acesso ao órgão que será operado, ou tem como dever dar o melhor acesso ao cirurgião principal. Faz incisões e suturas, corta fios e afasta órgãos para facilitar à intervenção. Ajuda o cirurgião em todos os passos.
 
 
Anestesista 
 
  • Aplica a anestesia e monitora o nível de consciência do paciente, administrando o tubo que lhe fornece oxigênio e monitorando todos os dados do paciente. Por isso, fica na cabeceira da mesa, proximo aos monitores. 
 
Instrumentador 
 
  • Entrega os instrumentos aos médicos. Tem o dever de antecipar as necessidades do cirurgião para fornecer os materiais o mais rapidamente possível.
 
 
Enfermeiro-chefe 
 
  • Prepara a sala e auxilia em eventualidades. 
 
 
Circulante 
 
  • Cuida dos artigos descartáveis, como gaze e algodão. E faz a ponte entre o cirurgião, que está em um ambiente estéril e não pode se contaminar, com os objetos que estão fora do meio estéril.
LEIA TAMBÉM:  Balão intragástrico: recurso para perder peso
LEIA TAMBÉM:  Balão intragástrico: recurso para perder peso