Pular para o conteúdo

O Salto Alto e a Circulação

O Dr. Alexandre Amato, cirurgião vascular do Instituto Amato, aborda a relação entre salto alto e varizes. Ele esclarece que o salto alto não causa varizes diretamente, mas pode piorar a condição de quem já as possui. O salto alto limita a movimentação do pé, reduzindo a contração da musculatura da panturrilha e afetando o retorno venoso. Isso pode levar a sintomas de doença venosa, como cansaço, inchaço e dor nas pernas, mesmo sem a presença de varizes.

O uso prolongado de saltos altos também pode causar problemas ortopédicos, como encurtamento de tendão e dores nos pés e pernas. O Dr. Amato recomenda evitar o uso prolongado de salto alto, especialmente para quem já possui varizes. Saltos de até 2 centímetros não apresentam problemas significativos, e plataformas são uma alternativa mais saudável.

Em caso de dúvidas, consulte um cirurgião vascular para avaliar o uso de salto alto no seu caso. É importante considerar os impactos do salto alto na saúde, além de sua beleza estética. Se gostou do vídeo, compartilhe e curta.

o olá sou doutor alexandre amato cirurgião vascular instituto amato e hoje vou falar de um assunto que eu nem acredito no nosso canal é tão antigo e eu não falei até hoje de salto alto e varizes tem um artigo no site já já escrevi sobre isso mas aqui eu não fiz nenhum vídeo ainda a qual que é a relação do salto alto com varizes né então a primeira pergunta se salto alto causa varizes é a resposta bem objetiva não o salto alto não vai causar varizes não vai aparecer uma veia dilatadas e tortuosas somente porque está usando o salto alto mas o salto alto não é tão bom assim e por outras razões e ele pode piorar as varizes de quem tem então eu vou explicar sobre isso o salto alto ele limita a movimentação do pé de forma que a batata da panturrilha a musculatura da batata da perna panturrilha ela diminui a sua contração e o retorno venoso e então alguém que usa o sapato com salto alto o dia inteiro vai ter uma menor eficácia da musculatura da panturrilha bombeando menos sangue de volta para o coração causando o represamento do sangue uma hipertensão venosa e mesmo que não tem a varizes pode acabar que tem dos sintomas de doença venosa então pode acabar tendo cansaço inchaço peso na perna dor é por causa do salto alto mesmo sem ter varizes agora quem tem varizes e usa o salto alto vai pode ter tudo isso né a piora do sintomas mas também pode até a piora das próprias varizes o salto alto ele tem também um aspecto ortopédico muito importante ele vai mudar todo ponto de apoio do corpo vai mudar a maneira de caminhar e isso a longo prazo pode ter um encurtamento de tendão pode causar vários danos à má é a forma de caminhar né lógico e trazendo os sintomas como dor nos pés e nas pernas agora com relação então as raízes não é recomendado o uso de salto alto se tiver varizes não use salto alto que pode piorar se não tiver varizes tente evitar o uso de salto alto prolongado o que pode te dar a sintomas tanto vasculares e problemas futuros vasculares como também ortopédicos a lembrando que o salto alto se for dois centímetros não tem problema nenhum eu tô falando do salto alto bem bem grande mesmo é agora a plataforma plataforma é uma alternativa mais saudável nesse a questão é ficar mais alta é possível utilizar a plataforma sem maiores problemas então se tiver qualquer dúvida converse com seu cirurgião vascular veja se ao não uma o maior uso de salto alto no seu caso mas a beleza do salto alto muitas vezes e impacta na saúde isso tem que ser considerado gostou do nosso vídeo compartilhe curta e até o próximo

e aí e aí

Salto Alto e a Circulação
           

Neste vídeo, o Dr. Alexandre Amato, cirurgião vascular do Instituto Amato, aborda a relação entre o uso de salto alto e a má circulação sanguínea. Ele explica que o calçado afeta indiretamente o retorno venoso, pois influencia a contração muscular e a forma de caminhar. O salto alto, por exemplo, prejudica o retorno venoso, causando sintomas como dor, sensação de peso e cansaço nas pernas. Sapatos instáveis, com balanço ou almofada de ar, podem melhorar o retorno venoso. A escolha do calçado é crucial, pois pode impactar os sintomas que você sente ao longo do dia. A eficiência muscular está diretamente ligada à forma de caminhar, que é influenciada pelo tipo de calçado. A mensagem principal é que a contração muscular é essencial para o retorno venoso e que é necessário escolher calçados adequados para garantir a saúde das pernas.

Gente, usar salto alto é frequentemente uma causa das queixas de dor, cansaço, sensação de peso nas pernas. Eu sou o doutor Alexandre Amato, cirurgião vascular do Instituto Amato e vou falar sobre o calçado e a má circulação. Que que uma coisa tem a ver com a outra e o que que a gente pode usar até pro calçado melhorar a nossa circulação. Então, eu vou apresentar pra vocês todos os aspectos relevantes aí da circulação e o vou obviamente no final dar as dicas de que a gente pode utilizar essa informação pro nosso bem-estar. Então, se você conhece alguém que usa bastante o salto alto, pode pegar lá o link lá em cima, encaminhar pra essa pessoa que esse vídeo vai ser muito útil. Mas não vai ser útil só pra ela não, vai ser útil pra muitas pessoas que usam qualquer tipo de calçado e tem dor nas pernas e num tava sabendo que influência pode vir daí. Afinal, a ergonomia ela é muito importante pra nossa qualidade de vida e nossa saúde pra diminuição de sintomas. Então, pra entender o problema, a gente tem que compreender a hemodinâmica da circulação. Então, a circulação arterial, ele é muito mais simples, né? O coração bombeia e vai impulsionar o sangue pra baixo. Agora, a circulação venosa, o retorno venoso, ele é mais complicado, mais complexo. O coração não tem força pra empurrar o sangue de volta pra cima. Então, a gente precisa da contração da musculatura da panturrilha e outros mecanismos de de retorno venoso, como por exemplo, a bomba plantar. Então, quando a gente pisa, a gente espreme as veinhas que tem embaixo na planta do pé e isso faz o sangue ir pra pra lateral e impulsionar pra cima. Então, é uma bomba propulsora. Mas tem vários outros aspectos que influenciam, como a gravidade, por exemplo, né, se a gente ficar de pé, a gravidade tá puxando o nosso sangue lá pra baixo. Então, a postura, você vai ficar sentado muito tempo, vai ficar de pé muito tempo, o trabalho, né, o professor fica de o tempo todo, cirurgião também, até mesmo a temperatura ambiente influencia nesse retorno venoso. Então, o que a gente tem visto é que alguns calçados com uma certa instabilidade podem diminuir inchaço e melhorar alguns sintomas melhorando o retorno venoso. Mas como que isso acontece? Por que que a a instabilidade ela é boa? Porque a gente tem que recrutar outros músculos pra conseguir fazer a caminhada e a contração desses músculos melhora o o retorno venoso e linfático. Então, a gente pode pensar no problema como alguém que tem a doença venosa e alguém que não tem a doença venosa. Veja, o calçado vai influenciar as duas pessoas, quem tem varizes e quem não tem varizes. Então, pra quem tem varizes, o calçado, ele pode piorar o o retorno venoso e prejudicar a doença varicosa. Pra quem não tem varizes, o calçado pode prejudicar o retorno venoso não vai fazer aparecer, mas pode trazer sintomas pra essa pessoa que podem até simular uma doença venosa, então a dor, sensação de peso, cansaço nas pernas. Agora, a gente pode pensar no calçado como algo pra melhorar um treino, pra ter um ganho maior no no esporte. Então, se ele for desenhado pra isso, a gente pode ter uma melhor retorno venoso e isso pode influenciar positivamente no esporte. Lembrando que os caçados sempre vão afetar a marcha e a aí que tá o ganho muscular. Vamos falar dos tipos de calçado tem o o calçado de salto alto, calçado de salto alto ele vai diminuir o retorno venoso, como que isso acontece? São várias alterações na marcha pro pro salto alto, né? Então o passo fica menor, há uma diminuição da amplitude de movimento do pé, então tem uma mudança na contração muscular. A panturrilha ela acaba contraindo menos, acaba tendo uma eficácia menor nesse bombeamento sanguíneo, tudo isso diminui a amplitude de movimento e acaba aumentando o volume residual de sangue na na marcha nos membros inferiores quando tá usando um salto alto. Isso piora o fluxo venoso. Então é aquilo lá que eu falei, quem tem varizes e usa o salto alto vai ter mais sintomas e o salto alto pode piorar as varizes. Quem não tem varizes os alto não vai causar varizes, mas pode dar sintomas que pode simular varizes, pode até tá achando que tá com insuficiência venosa e na verdade é o salto alto que tá causando isso. Agora, os os calçados que são instáveis, que não tem o calcanhar. Fazem uma mudança da marcha e acabam recrutando outros músculos pra conseguir manter a estabilidade, podem melhorar o retorno venoso exatamente causando uma melhora da propriocepção, que é como a gente sente o nosso próprio corpo e aumento da força muscular. Veja, essa instabilidade da do calçado acaba aumentando a amplitude de movimento pra você conseguir ficar ereto, ficar de pé sem cair. Parece o contrário, né? Um um calçado instável ele é melhor pro retorno venoso do que um calçado estável. Agora existem os calçados atléticos que vão mudar o seu padrão de de movimento inclusive da de movimento diminuindo aí a flexão plantar. Então, aí é outro outro assunto, outro departamento. E tem as palmilhas também. Então, são todos esses tipos de calçado, lembrando que a a a instabilidade que acaba melhorando o retorno venoso e linfático. Então, lembrando que não é o próprio calçado que vai fazer o retorno venoso. É a contração muscular, mas o a contração muscular os músculos que a gente tá usando dependem do tipo de calçado, então a gente acaba induzindo o uso de um outro músculo com o tipo de calçado que a gente escolheu, porque o que realmente faz a diferença é se movimentar. Não adianta colocar o calçado que mais causa retorno venoso e passar o dia inteiro sentado retorno venoso nenhum, tem que contrair a musculatura, tem que caminhar. É a contração muscular que é responsável pela pelo retorno do do sangue venoso. Então o que que a gente leva de são com com esse vídeo com o calçado e a e a má circulação. Então o calçado ele é sim responsável indiretamente por esse retorno do sangue e ele vai influenciar positiva ou negativamente. Então a sua escolha de como você vai se vestir pode impactar no final do dia nos sintomas que você tá sentindo. A eficiência do músculo ela tá ligada diretamente a e a cinemática, que é a forma como você vai caminhar e essa cinemática e a marcha tá ligada diretamente ao tipo de calçado. Então, melhores calçados vão melhorar as variáveis venosas que foram estudadas. Os sapatos instáveis, aqueles que tem o que tem um um balanço, eles vão então ter um resultado melhor. Alguns sapatos têm uma tecnologia semelhante, não tem o calcanhar e podem trazer essa instabilidade benéfica. Sapatos com almofada de ar, com sola de ar, também vão ter um um impacto nessa nessa bomba plantar e podem ajudar também nesse retorno. Existem também os os calçados esportivos, mas aí cada um vai ter um um objetivo e tem os sapatos personalizados pro problema pra de saúde de cada um. Agora, o que é claro, o salto alto piora a função da bomba muscular e quanto maior o salto, maior o efeito, pior pra saúde, ao a pressão venosa ali naquela região e o efeito que pioram as veias varicosas e os sintomas venosos, peso, dor, cansaço nas pernas. Gostou do nosso vídeo? Inscreva-se no nosso canal, clica no sininho lá embaixo pras notificações e fica aí que eu vou te dar o próximo melhor vídeo pra você assistir.

Qual sua nota para este artigo?

0 / 5

Your page rank:

>
error: Alerta: Gostou do nosso conteúdo? Assine nosso canal!!