CLACS: Criolaser e Crioesclero no tratamento dos vasinhos

YouTube video
Laser e aplicação no mesmo procedimento para aumentar as chances de sucesso no tratamento de vasinhos e também para diminuir o desconforto. Dr Alexandre Amato, cirurgião vascular do instituto Amato (www.amato.com.br) fala sobre essa técnica que melhora os resultados e tem sido cada vez mais utilizada.

O Prof. Dr. Alexandre Amato é professor de cirurgia vascular da UNISA e chefe da cirurgia vascular do Instituto Amato (www.amato.com.br). Cirurgião Vascular e Varizes👨‍⚕Especialista em Lipedema, Doutor (PhD) pela USP🎓Médico Assist. Hosp. San Raffaele – Milão 2008 🇮🇹 Prof. da UNISA👨‍🔬📞11 50532222
Escreveu vários livros (https://www.amato.com.br/livro/), e está dando esse de presente para você: http://bit.ly/HistoriaCirurgia, aproveite
Siga no Facebook: https://www.facebook.com/institutoamato/reviews
Instagram: https://www.instagram.com/dr.alexandreamato/
Twitter: https://twitter.com/alexandre_amato
LInkedIn: http://bit.ly/35KxJU3
WhatsApp: (11)933183661 ou pelo link http://bit.ly/2RchoCt

Estamos à disposição na Av Brasil, 2283. Tel 11 5053-2222 ou WhatsApp 11 93318-3661. Nosso site: www.amato.com.br


— transcrição —


Olá, sou Dr. Alexandre Amato, cirurgião vascular do Instituto Amato, e hoje vou falar sobre uma técnica de tratamento de vasinhos que CLACs, O CLACs nada mais é do que uma associação de técnicas o crio laser associado a crio escleroterapia. Então são duas técnicas que atuam no vasinho de maneiras diferentes potencializando o efeito esclerótico de cada uma dessas técnicas. Então crio laser significa um laser disparado de forma transdérmico ou seja acima da pele não por dentro da veia guiado pela fleboscópio. É um aparelho que vai mostrar para a gente onde estão as veias dos doentes. Com ar gelado, bem gelado então eu crio o crio de frio esse frio ele vai causar uma analgesia nessa região ou seja não vai sentir dor e ainda vai proteger a pele de algum dado da temperatura mais alta que o laser vai causar. Então criei o laser. Ele atua causando um aumento da temperatura do sangue dentro do vaso e esse aumento da temperatura vai queimar o vaso por dentro causando o fechamento desse vasinhos. Só que além disso a gente acrescenta então a crio escleroterapia então escleroterapia o nome significa o endurecimento do vaso mas na verdade a gente injeta uma substância. Existem várias substâncias esclerosantes. Essa substância vai causar então uma destruição dessa primeira camada de células do vaso levando a uma esclerose, uma fibrose e um desaparecimento desse vaso. Agora porque que o crio-escleroterapia. Porque quando a gente faz isso com a técnica da glicose e a glicose numa temperatura bem baixa ela muda a consistência e ela fica muito mais eficaz porque ela vai atuar não só pela hiper osmolaridade. A alta concentração da glicose mas também pelo frio. Além de diminuir a sensibilidade dolorosa então o CLACs é crio laser associado à crio glicose. São duas técnicas só o crio o gelo já vai diminuir bastante a sensibilidade à dor. Mas a gente ainda pode associar a técnica de Annox que é a sedação consciente pra diminuir mais ainda a sensibilidade dolorosa. Então a gente fazendo dessa maneira diminui a dor aumenta a possibilidade de resultado e como o laser e a glicose são técnicas que têm baixa probabilidade de mancha. Veja, não estou falando zero probabilidade de mancha mas tem muito menos chance de manchar do que outras técnicas. A gente atinge uma eficácia maior com menos risco de manchas. Então o CLACs é isso: laser glicose e a gente ainda pode colocar na sopa de letrinhas aí com a técnica Annox para diminuir mais ainda a sensibilidade à dor. Gostou desse vídeo? Curta! Assine nosso canal! Compartilhe! Clica no Sininho aqui embaixo e até o próximo.
LEIA TAMBÉM:  Escleroterapia em gestante, aplicação de vasinhos em grávida. É possível?