8 Dicas: Como lidar com os medos e as expectativas ao longo do tratamento de fertilidade?

Medos e expectativas na gravidez

Passar por um tratamento de fertilidade é uma ação que gera muitas expectativas em um casal que está tentando engravidar e até em familiares e amigos. Sendo assim, esse momento pode gerar medo, ansiedade, estresse e outras tensões em você e seu parceiro.

Mas, além de prejudicar sua qualidade de vida, esses sentimentos podem afetar o tratamento de fertilidade. Por isso, é essencial saber como lidar com seus medos e expectativas ao longo do processo.

Dicas de Saúde para você e sua família 

Assine abaixo para receber mensalmente dicas gratuitas de saúde.

Dicas de Saúde para você e sua família 

Assine abaixo para receber mensalmente dicas gratuitas de saúde.

Para lhe ajudar nesse período, listamos 8 dicas para você e seu parceiro saberem lidar com os medos e expectativas durante o seu tratamento de fertilidade.

Encontre um profissional de confiança

O primeiro passo para lidar com seus sentimentos durante o tratamento de fertilidade é encontrar um médico com experiência e que lhe transmita confiança.

Isso é fundamental, porque se você e seu parceiro não confiarem no profissional que está realizando o tratamento, será praticamente impossível ter tranquilidade durante esse período. Então, mesmo que vocês realizem outras ações que vamos indicar para lidar bem com o medo e as expectativas, elas provavelmente não vão surtir efeito nesse cenário. 

Por isso, antes de decidir onde fará seu tratamento, marque uma consulta com o médico, tire dúvidas e tenha certeza de que o profissional escolhido vai lhe acompanhar em todas as etapas do processo.

Converse com outros casais que passaram pelo tratamento

Falar com pessoas que já passaram pela mesma situação é muito importante, pois elas sabem exatamente quais são suas preocupações e conhecem o passo a passo do tratamento.

Dessa forma, elas conseguem realmente compreender seus anseios e podem até dar conselhos para que você e seu parceiro enfrentem esse desafio de maneira mais tranquila. Contudo, lembre-se de que cada caso é um caso.

Por isso, não tome medicamentos ou utilize estratégias de amigos para aumentar as chances de engravidar sem conversar com seu médico. Afinal, o que funcionou para uma mulher nem sempre vai ser benéfico para outra paciente.

Não se compare com outras mulheres

Conversar com casais que passaram pelo mesmo tratamento é essencial para ter um apoio especializado, mas tenha em mente que você não deve se comparar com outras mulheres que passaram pelo mesmo procedimento.

Cada casal é único, porque eles têm personalidades diferentes e causas distintas de infertilidade. Sendo assim, não é porque sua amiga fez o procedimento diversas vezes antes de conseguir engravidar ou engravidou na primeira tentativa que o mesmo vai acontecer com você.

O seu corpo e tratamento são únicos, então não se compare com as outras mulheres e com os resultados obtidos por elas. Essa não é uma ação fácil, por isso você tem que se lembrar dela todos os dias.

Crie uma rotina de exercícios físicos

Praticar exercícios físicos é indispensável para lidar com suas emoções, porque esse tipo de atividade auxilia a aliviar estresse, ansiedade e outras tensões que você pode sofrer durante o tratamento.

Além disso, é interessante praticar exercícios durante o seu tratamento, pois eles melhoram o seu sistema imunológico e o condicionamento físico. Ou seja, eles aprimoram a sua saúde em geral.

Mas, lembre-se de que antes de começar a praticar uma atividade, é preciso conversar com seu médico para conferir qual é a opção mais adequada de exercício de acordo com o tratamento.

Procure um auxílio psicológico

Quando as emoções causadas pelo tratamento de fertilidade começam a aparecer, muitos casais silenciam esses sentimentos e continuam focados no procedimento. Mas, esse é um grande erro.

Ignorar os sentimentos que surgem e se intensificam nesse período é um grande problema, porque isso pode aumentar o sofrimento de ambos, prejudicar a saúde mental e até física do casal.

Sendo assim, o silenciamento é capaz de dificultar o seu tratamento. Por isso, é importante conversar com casais que já passaram por um tipo de tratamento para ter apoio de pessoas queridas, mas é preciso ir além.

Um auxílio psicológico é essencial, porque um profissional dessa área é capacitado para escutar suas preocupações, problemas e ajudá-la nessa situação. O psicólogo vai saber guiar tanto você quanto seu parceiro para a compreensão, aceitação e até uma mudança de perspectiva.  

Essa ajuda consegue aumentar tanto a união entre vocês, que pode até melhorar o relacionamento após a finalização do tratamento.

Divirta-se com pessoas queridas

Ademais de ter um suporte para lidar com suas emoções, não se esqueça de separar um tempo para se divertir com amigos e familiares. Passar bons momentos com pessoas queridas é uma ótima forma de se alegrar e se acalmar durante o processo.

Então, ligue para eles, converse e, quando possível, encontre-os. Em alguns casos, compartilhar com os amigos e familiares os anseios sobre o tratamento também é interessante para incluí-los nesse momento especial e para aliviar seus sentimentos.

Contudo, tenha em mente que você e seu parceiro podem decidir quando desejam compartilhar com pessoas próximas as novidades sobre o tratamento e até com quais indivíduos conversar sobre o procedimento.

Isto é, vocês não são obrigados a contarem tudo a todo momento ou desde o início. O importante é que vocês estejam confortáveis e contem com o apoio de pessoas queridas da forma que preferirem.

Descubra hobbys

Praticar atividades de lazer que lhe relaxam também é fundamental para lidar com os medos e as expectativas de seu tratamento. Elas fazem bem para o seu emocional, porque liberam hormônios que proporcionam bem-estar ao corpo, como a serotonina, endorfina e oxitocina.

Portanto, teste diferentes atividades, como ler, pintar, praticar artesanato, e descubra aquelas que mais lhe agradam. Se você já tinha um hobby que foi deixado de lado devido à rotina corrida, que tal voltar a praticá-lo durante o tratamento?

Caso seu hobby seja algo que pode impactar no procedimento, como um exercício físico, é melhor conversar com seu médico antes de voltar a realizá-lo. Se não, aproveite o momento para renovar seus hobbys e aumentar o bem-estar ao longo do tratamento.

Seguindo essas dicas, será mais fácil lidar com os medos e expectativas durante o processo de fertilidade. E, caso você e seu parceiro precisem de mais ajuda, lembrem-se de conversar com o especialista responsável pelo tratamento de fertilidade.

Após conferir como encarar os sentimentos causados por esse período, veja também o que observar antes de iniciar um tratamento em uma clínica

Dra. Juliana Amato

LEIA TAMBÉM:  Existe uma estimativa de custos de um tratamento de fertilidade?

LEIA TAMBÉM:  Quanto tempo pode durar um tratamento de fertilidade?