É necessário fazer repouso após transferência de embriões?

A transferência de embriões é a última etapa de um tratamento para gravidez, como a fertilização in vitro. É quando os embriões são inseridos no útero da mulher para que esta, finalmente, realize o tão esperado sonho de ser mãe. Nesse momento, sempre surgem algumas dúvidas a respeito da necessidade do repouso após o recebimento desses embriões. Os dias de repouso indicados variam de acordo com cada médico e isso deixa a mulher um pouco confusa. Hoje vamos falar qual é a importância desse descanso e por quanto tempo ele é necessário.

De onde vem a indicação do repouso após a transferência de embriões?

Em primeiro lugar, precisamos destacar que a dúvida da mulher em relação ao repouso após transferência de embriões é muito válida, uma vez que ela está ansiosa para que a gravidez seja confirmada, depois de ter passado por inúmeras etapas do tratamento.

Assim, o que estiver ao seu alcance para fazer com que a gravidez realmente aconteça ela deseja fazer. E o repouso é um dos pontos bastante debatidos não só entre médicos, mas também entre outras mulheres que realizam algum tipo de fertilização.

Segundo alguns médicos, o repouso seria uma maneira de garantir que os embriões injetados no útero não se desprendessem de lá, por causa de algum movimento mais brusco realizado pela mulher. Estando em repouso, o risco de perder esses embriões seria menor.

Contudo, essa afirmação não pode ser considerada totalmente correta porque em uma gravidez que acontece naturalmente não há esse descanso, pelo menos não nessa fase inicial. Quando a mulher tem uma gravidez de risco ela precisa de repouso, mas não é uma realidade de todo o público feminino.

Além do mais, o próprio útero se encarrega de armazenar esses embriões dentro da sua cavidade e realizar o processo de fecundação, mantendo-os seguros e prontos para a evolução. Portanto, o descanso é sim importante, como veremos a seguir, mas não é um pré-requisito obrigatório.

 

LEIA TAMBÉM:  Qual hormônio ajuda a engravidar?
LEIA TAMBÉM:  Qual hormônio ajuda a engravidar?

Repousar ou não após transferência de embriões?

Nós, enquanto equipe médica, realizamos os mais diversos tipos de tratamento para a fertilidade. A nossa recomendação em relação ao repouso da mulher após transferência de embriões é que ela descanse sim, mas apenas no dia exato da injeção de embriões no útero.

O ideal é que ela não faça atividades físicas e nem realize nenhum outro tipo de esforço que exija muito dela. Trata-se de uma forma de precaução, levando em conta que muitas mulheres que experimentam o tratamento para engravidar possuem dificuldades próprias para levar uma gravidez adiante.

O descanso também é uma maneira de fazer com que ela relaxe naquele dia que, por si só, já é muito cheio de ansiedade, que ela aproveite o momento para saborear esse passo tão esperado. A saúde mental da mulher, o alívio do estresse também são muito importantes para uma gravidez saudável.

Além de ser um fator interessante para aliviar a ansiedade, o repouso após transferência de embriões é válido para o conforto da mulher. Após receber os embriões, a mulher pode sentir algum desconforto na região do ventre como uma dor leve, por exemplo.

Nesse caso, o repouso é uma recomendação apenas pensada no bem-estar da mulher naquele momento. Ficar deitada, relaxar, descansar é importante para reduzir o incômodo do procedimento realizado momentos antes.

Quantos dias de descanso são necessários

Como dissemos, um dia de repouso é suficiente para que o corpo da mulher comece a se preparar para fazer crescer um bebê dentro dele. Alguns médicos recomendam o repouso absoluto de dois, três e até doze dias para garantir a gravidez, baseados na afirmação anterior de que os embriões poderiam se perder do útero.

Mas, além de não ser uma orientação com fundamentação científica, chega a ser também nada prático para a vida de uma mulher que, além de estar em tratamento para ser mãe, ainda precisa desempenhar diversos papéis ao longo do seu dia.

Ficar sem fazer nada durante todo esse tempo não acelera a gravidez e ainda pode elevar os níveis de ansiedade e frustração se, no final, a gravidez não vingar, o que pode acontecer por inúmeros fatores.

Voltando às atividades de rotina

Após o período de descanso, a mulher pode voltar à sua rotina normal de atividades. Ir ao trabalho, estudar, fazer tarefas domésticas etc. Porém, deve evitar exercícios físicos e outras atividades que exijam grande esforço físico como pegar peso, subir e descer escadas, limpeza pesada em casa dentre outras tarefas.

Esse cuidado deve permanecer até o 12º dia, que é quando é feito o exame beta-hcg que vai confirmar ou não a gravidez. É importante frisar que a coleta de óvulos é um procedimento cirúrgico e exige cuidados posteriores.

O que fazer para aumentar as chances da gravidez dar certo

Se o repouso absoluto por longos 12 dias não é indicação para a gravidez dar certo, o que a mulher pode fazer para aumentar as chances do resultado do exame dar positivo? Apesar de não haver nenhuma dica cem por cento eficaz, existem algumas orientações que podem ser úteis.

  • Manter uma alimentação saudável, evitando ingerir álcool, excesso de café e consumindo mais legumes, frutas e verduras.
  • Evitar manter relações sexuais dentro desse período inicial para que o útero não tenha contrações que possam prejudicar os embriões recentemente instalados.
  • Não usar produtos químicos no cabelo ou em outras partes do corpo, pois podem ser absorvidos pelo organismo e afetar os embriões.
  • Não se automedicar. Procurar sempre a orientação do médico que a acompanha antes de ingerir qualquer medicamento.
  • Evitar o cigarro, que é extremamente prejudicial para a saúde do corpo em geral.

Como vimos, o repouso após a transferência de embriões é uma recomendação médica importante porque ajuda a reduzir a ansiedade na mulher, a aliviar o estresse típicos desse momento delicado que é a busca pela gravidez. Também é útil caso a mulher sinta algum desconforto ou após alguma complicações durante o procedimento. Entretanto, o repouso não é uma maneira de aumentar as chances da gravidez dar certo. Por isso, um ou dois dias, no máximo, são suficientes para a mulher se sentir melhor após receber os embriões. Nos dias seguintes, evitar esforço em excesso e cultivar hábitos saudáveis em geral.