Como fazer Cirurgia Plástica pelo Convênio?

Você quer fazer sua cirurgia plástica pelo convênio?

Isso é passível? Você tem esse direito?

Ficou curioso? então assista esse vídeo até o final

Mas antes… não deixe de se inscrever no nosso canal, acionar  o sininho…. e é claro: curtir, comentar e compartilhar!! prometo responder o que conseguir!

Todo mundo mundo gostaria de aproveitar o seu convênio que já contribui mensalmente com fortunas para fazer uma cirurgia plástica. E isso É possível? Sim, é! E além disso é importante dizer que é possível usar de forma ética e correta, sem fraudes, enganações ou mentiras!

A cirurgia plástica não é só estética. Muitos casos são reparadores. E já possuem cobertura obrigatória pelos convênios de acordo com o ROL da ANS, por exemplo:

A dermolipectomia abdominal, conhecida como abdominoplastia é autorizada em pacientes que possuem o abdomen em avental após grande perda de peso, ou seja, aquela dobra de pele no abdomen que pode causar escoriações pelo atrito evoluindo para  dermatites e infecões de pele.

Nos casos que não preenchem esse critério, ainda sim é possivel utilizar o convênio com uma cobertura parcial quando o paciente apresenta hernias na parede abdominal e a diástase do musculo reto abdominal, que é o afastamento patológico da musculatura do abdomen

Muitas rinoplastias  são feitas em caráter reconstrutor, como nas sequelas de trauma,  e se apresentarem interferencia na respiração, podem ser cobertas pelo convênio.  Além disso pode ter uma cobertura parcial nos pacientes que possuem alteraçÕes funcionais por desvio de septo e hipertrofia dos cornetos ( que é aquela carne esponjosa)

A Blefaroplatia pode ter cobertura nos casos em que o paciente possui muita pele nas palpebras superiores interferindo no seu campo visual, mas pode ter sua cobertura parcial quando apresentar outras alterações nas palpebras como ptose palpebral, ectrópio ou entrópio, e em muitas outras situações

A Mamoplastia, não tem cobertura obrigatória, porém muitos convênios aceitam a cirurgia para pacientes que apresentam sequelas patologicas pelo volume mamário, como escoriaçÕes pelo atrito e infecção de pele, principalmente em pacientes que perderam muito peso.

Também é possivel ter uma cobertura parcial em cirurgia mamária quando a paciente apresenta nódulos nas mamas e requer uma investigação cirurgica.

A Ginecomastia que é o aumento da glândula mamária em homens também possui cobertura pelo Rol da ANS

É sempre bom lembrar que os hospitais credenciados dos convênios possuem políticas para dar desconto em cirurgias estéticas quando associados a procedimentos que possuem cobertura

Consultas e exames podem ser cobertos pelos convênios

Para os planos que possuem reembolso médico, muitas vezes é possível até escolher o hospital  para os procedimentos e depois solicitar o reembolso.

É sempre bom o cirurgião estar atento para usar o convênio adequadamente quando possível e ajudar o paciente a otimizar os seus gastos.

Veja esse vídeo sobre como cuidar do dreno no pós operatório:
https://www.youtube.com/watch?v=mnGmQsLPWnw

Veja também esse vídeo sobre Hematoma: https://www.youtube.com/watch?v=xY6sN1Fy-Ys 

0:00:00 INICIO
0:00:08 VOCÊ TEM ESSE DIREITO?
0:00:41 ISSO É POSSIVEL?
0:01:09 COBERTURA OBRIGATÓRIA
0:01:12 ROL da ANS
0:01:17 Dermolipectomia abdominal
0:01:20 Abdominoplastia
0:01:51 Hérnias na parede abdominal
0:01:55 Diástase do músculo retoabdominal
0:02:04 Rinoplastia
0:02:29 Desvio de septo e hipertrofia de cornetos
0:02:36 Blefaroplastia
0:03:03 Mamoplastia
0:03:34 Ginecomastia
0:04:01 Consultas e Exames
0:04:09 Reembolso Médico