Dieta cetogênica

A dieta low carb, sem carboidratos leva a formação de corpos cetônicos e tem efeitos profundos na saúde, muitas vezes benéficos. Dr Alexandre Amato, cirurgião vascular do Instituto Amato (www.amato.com.br) fala sobre essa dieta e a influência em doenças vasculares, como no lipedema.
 

 
-- transcrição --
 
 
Olá pessoal sou Dr. Alexandre Amato cirurgião vascular do Instituto Amato e hoje vou falar sobre a dieta cetogênica. A Dieta cetogenica é uma dieta onde a gente diminui drasticamente a quantidade de carboidrato na alimentação. Então vamos lá nós temos três grandes grupos de alimentos que são os carboidratos, as proteínas e as gorduras. Os carboidratos são a fonte de energia mais rápida e mais prontamente utilizada pelo nosso organismo. Quando a gente retira o carboidrato da alimentação pode ser, por exemplo, o açúcar, trigo, farinhas, batata. Esses são os carboidratos. Quando a gente retira drasticamente abruptamente da alimentação o nosso corpo não encontra energia rápida então ele vai buscar em outras fontes. Inicialmente ele busca no glicogênio que está lá no fígado então há uma formação uma neoglicogênese e essa energia é retirada daquele ponto ali. Como a gente retira o carboidrato ocorre uma hipoglicemia uma diminuição drástica da quantidade de açúcar no sangue. O corpo vai atrás de energia lá no fígado quando essa energia se acaba. Ele busca energia no tecido gorduroso começa a quebrar o tecido gorduroso para formar energia para a gente sobreviver. A dieta cetogênica  muda drasticamente a maneira como o nosso corpo está obtendo energia e fazendo isso ela acaba causando a formação de corpos cetônicos. Esses corpos cetonicos trazem uma sensação de enjoo e náuseas que pode acabar causando um desconforto nessa dieta. Essa dieta não é indicada para todo mundo nem é a primeira indicada para perder peso. Ela tem suas vantagens no tratamento do lipedema por exemplo, é uma das dietas que tem os melhores resultados. Agora como fazer na prática essa dieta. Bom existem várias dietas no mercado algumas dietas famosas como a dieta Atkins, SouthBeach têm a dieta de Dukan todas ela se baseia numa diminuição drástica da quantidade de carboidrato e aumento da quantidade de proteína e gordura. E esse desbalanceamento acaba levando à perda de peso. Mas no caso do lipedema também há o controle da doença. Agora quando a gente tá falando de lipedema a gente tem que associar a dieta anti-inflamatória à dieta cetogênica também. Então muitas vezes a gente não pode seguir dietas prontas de livro porque  algum alimento pró inflamatório para você pode estar incluso numa dessas dietas de prateleira cetogênicas. Então muitas vezes é necessário fazer uma personalização dessa dieta, baseada então na retirada do carboidrato e sem utilizar os alimentos pró inflamatórios que já foram identificados anteriormente. Ou em um exame apropriado para isso ou mesmo fazendo uma dieta e um livro de log um diário com todos os alimentos por um tempo até você identificar o que está te causando mal. Então a dieta cetogênica é uma possibilidade de tratamento para perda de peso e uma possibilidade de tratamento para o lipedema. Uma desvantagem da dieta cetogênica é que a dieta ela traz uma perda de peso rápida inicialmente o que é um incentivo para quem está fazendo uma dieta. E a gente tem que encarar, para quem está fazendo dieta cetogênica do ponto de vista de tratamento ou de controle de uma doença como o lipedema não como uma dieta mas como uma reeducação alimentar. Existem várias fases e quantidades de carboidrato numa dieta cetogênica a dieta cetogênica mais drástica vai ter menos de 20 gramas de carboidrato por dia. Mas existem dietas menos impactantes e que podem ser a dieta inicial. Por isso é necessário fazer o acompanhamento com seu cirurgião vascular e com um nutricionista para transformar também toda essa teoria que é falada em um prato fácil e gostoso de comer. Gostou do nosso vídeo? Assine nosso canal! Compartilhe! Curta nosso vídeo e nos vemos no próximo.
O que você acha deste artigo?: 
5
Average: 5 (1 vote)