10 Perguntas sobre laser e varizes

varizes-laser
O reconhecimento do laser como melhor opção vem aumentando pelo mundo. A recente publicação das diretrizes europeias de 2015, e pela diretriz americana de 2012 reconhecendo o método como melhor opção trouxe mais força ao método. Não é um procedimento experimental, embora seja recente.
 
 
Como é o procedimento de varizes a laser?
O laser é energia ótica e térmica aplicada à veia para fechá-la. Existem duas maneiras de utilizá-lo. Por dentro da veia ou por fora. A tecnica endovenosa serve para as veias maiores e insuficientes como as safenas, e a técnica transdérmica serve para as varizes superficiais, como as teleangiectasias e reticulares, que sao os chamados vasinhos.
 
Qual a diferença em relação ao método tradicional?
Comparando com a cirurgia convencional, a técnica a laser não arranca a veia fora, e sim fecha e exclui ela da circulação. Dessa forma, sendo menos agressiva, a recuperação é bem mais comoda e rápida. 
Quando falamos do laser transdermico, devemos compará-lo à escleroterapia, ou “aplicação” dos vasinhos. Ele permite maior possibilidade de tratamento e menos sessões, principalmente quando associado a outras técnicas.
 
O método é menos invasivo?
Sim, muito menos. Enquanto a cirurgia tradicional requer cortes e dissecção, o laser endovenoso é feito através de punção, ou seja um furinho apenas. Além disso, como não há o arrancamento da safena, não há grandes sangramentos e portanto menos hematomas e equimoses
 
Quando o tratamento de varizes a laser é indicado ao paciente?
Recentemente o Guideline (diretriz) europeu colocou o laser venoso como indicação IA e a cirurgia tradicional como IIB, ou seja, o mundo já está percebendo os beneficios da técnica e não é nada experimental. Isso pode ser compreendido de várias maneiras e resumindo é: a cirurgia tradicional funciona, mas se há a possibilidade de oferecer o laser como tratamento, este deve ter a preferência.
 
Qual o tempo de recuperação da cirurgia de varizes a laser?
Em torno de uma semana. Muitos pacientes já estão bem muito antes. Enquanto na cirurgia tradicional a recuperação ficava em torno de 15 a 30 dias. Além disso, com o laser, no dia seguinte atividades diárias já devem ser retomadas.
 
Também pode ser usado na cirurgia da safena da perna?
Sim, o laser endovenoso deve ser usado nas safenas, e pode ser usado em outras veias doentes também, como as perfurantes insuficientes e outras veias menos famosas.
 
Com a cirurgia a laser é possível acabar de vez com as varizes?
Acabar de vez com as varizes é complicado. A doença, quando primária, tem um componente genético importante, então, por mais que todas as veias doentes sejam retiradas e tratadas, por carregar a genética para isso, outras veias podem ficar doentes no futuro. O que é possível, é eliminar todas, ou a maioria das veias doentes, tendo um benefício circulatório e consequentemente estético.
 
Como a genética não é possivel mudar, devemos atuar nos fatores predisponentes, como a obesidade, os hormônios e os fatores agravantes, como alterações posturais e a profissão. Ou seja, evitar a obesidade com dieta saudável e exercicio físico, que também melhora a musculatura da panturrilha. Evitar uso de hormônios, se possível. E, com relação à profissão, aqueles que ficam muito tempo de pé e parado, devem se movimentar mais, e, se indicado pelo vascular, usar meia elástica. 
 
A cirurgia pode ser feita por homens e mulheres?
Ambos sofrem de varizes, a diferença é que as mulheres procuram ajuda médica antes, porque se incomodam com a questão estética. Os homens muitas vezes chegam no consultorio em fases mais avançadas da doença. E, para ambos, a cirurgia pode ser o tratamento indicado.
 
É verdade que mulheres tem mais propensão a ter varizes? Por quê?
Como disse antes, tanto homens como mulheres sofrem de varizes, mas as mulheres procuram o tratamento mais cedo porque se incomodam com a estética das pernas. Por causa disso, a procura nos consultórios é maior pelas mulheres, mas isso não quer dizer que os homens não tem varizes, apenas que não estão procurando tratamento nas fases iniciais. As mulheres tem também a influencia dos hormonios e a piora por causa da gravidez, que aumentam as varizes.
 

LEIA TAMBÉM:  Hematomas, equimoses e petéquias