Efeito sanfona pode desencadear diabetes e queda da imunidade

Efeito sanfona na dieta

Após passar por uma dieta restritiva e chegar ao peso tão desejado, muitas pessoas acabam renunciando à reeducação alimentar e, rapidamente, voltam a ganhar peso igual ou até mais do que antes. O perder e ganhar peso de forma rápida é chamado de efeito sanfona, que traz vários prejuízos à saúde.

Estudos mostram que o efeito sanfona pode contribuir para o aumento da atividade inflamatória em todo o organismo, além de poder desencadear alterações cardiovasculares, diabetes, perda de massa muscular e queda na imunidade. O excesso de peso está presente em 60% dos brasileiros adultos. Essas estatísticas estão em elevação e em todas as faixas etárias.

Embora muitas pessoas coloquem a culpa nas dietas muito restritivas, na verdade o efeito sanfona ocorre pela não modificação do estilo de vida. Após passar pelo período de dieta, que precisa caminhar junto com a reeducação alimentar e a prática de atividades físicas, é comum o indivíduo considerar que chegou à meta ideal e a motivação mingua.

A especialista explica que a busca pelo emagrecimento está relacionada a novos hábitos que devem ser perseguidos para sempre. Para atingir as metas da perda de peso e se manter saudável é essencial o acompanhamento com um médico endocrinologista, um nutricionista e um profissional da área de Educação Física, ou seja, um trabalho multidisciplinar que vai contribuir para a manutenção do peso desejado.

Uma dica é optar por um programa de emagrecimento mais lento, que vai respeitar seu tempo de se adaptar aos novos hábitos aos poucos. Isso pode tornar o caminho menos desafiador, mais prazeroso e com resultados satisfatórios em médico e longo prazos.

Dra. Lorena Lima Amato

*Lorena Lima Amato é endocrinologista pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP)

 

LEIA TAMBÉM:  Glândulas adrenais