Corrimento de repetição (escorrimento?)

YouTube video
Ginecologista explica o corrimento de repetição. Dra Juliana Amato, ginecologista do instituto Amato (www.amato.com.br) explica o corrimento de repetição.
Dra. Juliana Lelis S. Amato é Ginecologista e Obstetra. É chefe da Reprodução Humana do Instituto Amato (www.amato.com.br). Enquanto não está cuidando das suas pacientes, e fazendo FIVs, está cuidando de sua familia👨‍👩‍👧‍👦. É mãe, apaixonada pela natureza🐶🐱🌳🌲, bem estar e estilo de vida saudável🚴.
Escreveu o livro “Em busca da fertilidade.” (http://bit.ly/35GF8ni), e autora do site fertilidade.org
Instagram: http://bit.ly/dra_amato
Facebook: http://bit.ly/36Q76yc
Twitter: http://bit.ly/2RaylNp
LinkedIn: http://bit.ly/35KxJU3

Estamos à disposição na Av Brasil, 2283. Tel 11 5053-2222 ou WhatsApp 11 93318-3661. Nosso site: www.amato.com.br


— transcrição —


Olá. Você tem corrimento de repetição? meu nome é Juliana Amato sou ginecologista e obstetra do Instituto Amato e hoje a gente vai conversar um pouquinho sobre os corrimentos que atingem tanto as mulheres, e é uma das principais causas de queixas de consulta ginecológica. Então os corrimento ginecológicos eles podem ser de vários tipos. O que eu observo no consultório que eu vou conversar um pouquinho hoje com vocês, é sobre aquele corrimento que você tem várias vezes todo mês. Passa em ginecologista, você trata com creme vaginal no próximo mês aquele corrimento está de volta. O que A gente precisa perceber nesse corrimento: se o corrimento não é amarelado, não é acinzentado, não causa coceira, e não tem cheiro. Ele pode ser um corrimento fisiológico principalmente aumentado no período pré menstrual. O ideal é que quando você tem esse corrimento, no período que ele estiver na pior fase que você passe com um ginecologista para ele avaliar. E Que ele peça um exame chamado cultura de secreção vaginal. Esse exame é como se fosse colher um Papanicolau mas tira-se um pouquinho dessa secreção e coloca-se em meio de cultura em vários dias. É observado para ver se cresce algum microorganismo, alguma bactéria. Se não crescer nenhuma bactéria é porque é um corrimento fisiológico. Você não precisa se preocupar com esse corrimento e se ficar tratando com vários cremes vaginais o que vai acontecer é que esses cremes ou eles têm um antifungico. Ou eles têm um antibiótico. Se você usar em demasia o seu organismo vai criar uma resistência a essas medicações. E aí quando você realmente precisar tratar uma infecção bacteriana ele já não vai mais fazer efeito. As orientações gerais para quem tem corrimento fisiológico e de repetição. Usar calcinha de algodão não usar calças muito apertadas. Diminuir a ingestão de carboidratos e de doces. Por quê? porque os carboidratos eles viram glicose no nosso organismo. E os doces. O excesso de açúcar aumenta a produção desse muco produzido/ essa secreção produzida pela vagina e com isso pode desencadear uma candidíase que é uma infecção vaginal por fungos. Quando for à praia evitar ficar com o maiô muito molhado. Então vai à praia entra no mar se seca. Se demorar muito a secar ou tiver um tempo muito ruim e entra dentro de casa a troca de maiô não fique muito tempo com esse maiô molhado que também dificulta a respiração e aumenta a produção de secreção pela vagina. Se você gostou do nosso vídeo, inscreva-se no nosso canal dê o seu like, que ative a Sininho de notificação para receber novos vídeos.
LEIA TAMBÉM:  Abdominoplastia e Gestação
Marcações: