Dia Nacional de Prevenção e Combate a Hipertensão

Pressão Alta

É preciso aprender a sentir o sabor dos alimentos, com menos sal!

No Brasil, 50% dos hipertensos ainda não sabem que têm o problema.

A hipertensão afeta mais de 35% da população brasileira.

É responsável por 80% dos casos de acidente vascular cerebral e 60% dos casos de acidente cardiovascular, especialmente doença coronariana mas também aumenta a incidência de doença renal crônica, insuficiência cardíaca, arritmia e demência.

Uma pessoa é considerada hipertensa quando a sua pressão arterial apresenta valores iguais ou acima de 14 por 9 (140mmHg X 90mmHg)

O diagnóstico da hipertensão é feito basicamente por meio da medida da pressão. As maneiras mais comuns são aquelas realizadas nos consultórios com aparelhos manuais ou automáticos. A aferição precisa da pressão arterial é essencial para o diagnóstico e o tratamento adequados da hipertensão. Esta medição talvez seja o procedimento mais comumente realizado na medicina clínica e, embora pareça simples à primeira vista, a medição sub ótima atual leva a um impacto negativo nas decisões de manejo clínico em 20% a 45% dos casos

O tratamento da hipertensão é feito, principalmente, por meio da correção de hábitos alimentares e do sedentarismo. A população brasileira consome em média 12g de sal/dia, quando o recomendado pela Organização Mundial da Saúde e pelo Guia Alimentar do Ministério da Saúde é de 5g de sal/dia (= 1 colher de chá) o que corresponde aproximadamente 2,0 gramas de sódio. É preciso aprender a sentir o sabor dos alimentos, com menos sal!

Na maioria dos casos, também é necessário o uso de medicamentos. O objetivo do tratamento é que a pressão arterial do indivíduo não ultrapasse os valores de 12 por 8.

A prevenção da hipertensão, é importante, por isso a pressão deve ser medida regularmente, principalmente na terceira idade,  porque esta  também aumenta, conforme o indivíduo envelhece. Além disso, é fundamental praticar atividades físicas e adotar um estilo de vida saudável.

LEIA TAMBÉM:  20 dicas de combate ao estresse: fique zen
LEIA TAMBÉM:  Check-up Virtual